Postagens

O suficiente mora numa casa pequena, com rosas no jardim

Imagem
Por todos os anos que eu moro nesse bairro passo por uma casinha simples, com quintal de chão batido, pintada de verdinho e com rosas no jardim. O quintalzinho está sempre varrido, as rosas sempre floridas e eu sempre sorrio ao passar.
Hoje o bairro está cada vez mais valorizado, com prédios altos sendo construídos, casas com mais de 200 metros quadrados, cheias de vidros temperados e cores da moda. As pessoas comentam admiradas com as novas construções. Eu ainda me alegro com as rosas da casinha verde.
Olhar para essa casinha sempre me faz pensar em como a felicidade mora no que é simples. Hoje em especial me fez pensar na ideia de “suficiente”, o que realmente é preciso para ser feliz. Fora as coisas materiais, muitas vezes nos perdemos achando que precisamos de um amor dessa ou daquela maneira, de amizades assim ou assado. O suficiente é o que faz feliz sem que você questione. Quando você estiver feliz sem dúvidas, sem se perguntar mais nada, isso é suficiente, isso é ser feliz. Não …

Sobre a felicidade e operações matemáticas simples...

Imagem
Nunca somos inteiros. Com o passar dos anos cada vez menos pertencemos só a nós mesmos e as nossas vontades. Já nascemos pertencendo a outras pessoas, mãe, pai, família e pela vida seguimos nos dividindo.
Às vezes é soma, pois também nos tornamos donos de outras pessoas, outras é multiplicação, pois geramos outras pessoas que também nos pertencem. Mas a divisão é a parte que dói, é a que mais sentimos, é a que tira muitas vezes a beleza das outras operações.
A divisão nos faz sofrer, entre o que queremos e o que devemos, separando um pedaço de nós para cada um que devemos e queremos dar atenção, muitas vezes não nos sobra nada de nós mesmos. Não nos sobra tempo para nos fazermos felizes.
Sinto no pesar dos dias que a divisão nos diminui, nos rouba de nós mesmos. Pergunto-me várias vezes se vai existir tempo para sermos felizes depois. Se aquele beijo ainda vai estar lá, se aquele abraço não vai cansar de esperar, se aquele amor que merecemos não vai procurar alguém mais inteiro para …
Imagem
Quando você resolve que nada vai tirar seus momentos de paz, começa a deixar cada problema no seu lugar. Então, seus momentos felizes, mesmo os pequenos, são de verdade. E você tem a tranquilidade de estar paz com seu coração...

Imagem
Às vezes a gente se vê num reflexo ao vagar pelas ruas, mas ao olhar se estranha, se observa e se procura. Não se reconhece.
Muitas vezes também fazemos isso com fotografias antigas e memórias, lembranças de uma pessoa que fomos, e já não somos mais.

Eu não sou o que eu quero, o que eu gostaria, eu sou o que me aconteceu. Penso sempre.

Mas, onde menos espero me vejo, num sorriso, na lembrança que alguém tem de mim, nos versos de um poema de Cecília...
Prazer, essa ainda sou eu:
"Não sou a das águas vista nem a dos homens amada; nem a que sonhava o artista em cujas mãos fui formada. Talvez em pensar que existia vá sendo eu mesmo enganada
Quando o tempo em seu abraço quebra meu corpo, e tem pena, quanto mais me despedaço mais fico inteira e serena. Por meu dom divino faço tudo a que Deus me condena.
Da virtude de estar quieta componho meu movimento. Por indireta e direta, perturbo estrelas e vento. Sou a passagem da seta e a seta, – em cada momento.
Não digas aos que encontrares que …
Imagem
Longos invernos nos fazem esquecer do sol. Sem a lembrança do calor, nos conformamos e, por vezes,  nos apegamos a um cobertor.

Mas um dia o sol volta, aquece nosso corpo, nosso coração. o cobertor já não é mais necessário.
Aí a gente lava toda dor, põe pra secar as lágrimas e o cobertor volta para o armário, pro caso do sol teimar em ir embora outra vez.



...

Imagem
Não tem sol lá fora, não tem cor bonita no céu. Tudo está cinza, sem graça.
Não tem vento lá fora, está tudo parado no mesmo lugar. Tudo está estático, sem movimento.
Mas não me importo, aqui dentro tudo é luz. Eu sou amor, nada pode me mudar.


Ceifador de sonhos

Imagem
Era nova, cheia de sonhos e certezas. Tudo vai dar certo.  Eu quero, eu faço, eu consigo. Todos confirmavam isso.
Como eu acreditada nessas pessoas...
Veio a vida adulta e os rumores mudaram. "Essa profissão é difícil". "Isso não dá futuro".
Como eu odiava essas pessoas!
Ontem estava num ponto de ônibus e ouvi um pai contar para um amigo  a faculdade que o filho escolheu. Senti uma vontade enorme de me intrometer.

Pensei comigo: "Essa profissão é difícil", "Isso não dá futuro". "Não tem emprego".
Como eu me odiei nesse momento...

Quando me tornei um ceifador de sonhos? Quando os meus não floresceram? Quando eu não consegui exatamente o que eu queria? Não, quando eu comecei a dar ouvidos àqueles que são incapazes de sonhar.


Tampei meus ouvidos,
respirei fundo,
e sempre que alguém ameaça cortar meus sonhos,
teimo em voar.

Como eu amo pessoas (que apesar de tudo e todos) são capazes de sonhar!